Petróleo sobe com ceticismo em relação ao Irã

Os preços do petróleo subiram, revertendo as baixas da manhã desta quinta-feira, 21. Traders reagiram com ceticismo à retomada das conversações em Genebra sobre o programa nuclear iraniano. Um acordo possibilitaria a redução das sanções econômicas impostas pelos EUA e seus aliados contra o Irã, permitindo que esse país aumentasse suas exportações de petróleo.

Agencia Estado

21 de novembro de 2013 | 19h01

"O mercado está esperando para ver o que acontece nas conversações em Genebra. Até agora não há acordo, e isso é positivo para os preços", disse Richard Soultanian, do NUS Consulting Group.

Outros fatores para a alta foram o indicador positivo de pedidos de auxílio-desemprego feitos nos EUA na semana passada e a suspensão da atividade de uma refinaria da Valero no Texas, por causa de um problema de fornecimento de energia.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para janeiro fecharam a US$ 95,44 por barril, nível mais alto desde 31 de outubro, com alta de US$ 1,59 (1,69%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para janeiro fecharam a US$ 110,08 por barril, em alta de US$ 2,02 (1,87%). Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.