Petróleo sobe com expectativa sobre relato da AIEA

O petróleo opera sustentado, devolvendo as perdas do começo do dia, com cobertura de posições, na esteira da expectativa com a divulgação do relatório da Agência Internacional de Energia Atômica sobre as atividades de enriquecimento de urânio do Irã. Por volta das 11 horas (de Brasília), o contrato de junho subia 0,54% para US$ 71,35 o barril na Nymex. O contrato de mesmo vencimento negociado na plataforma eletrônica ICE, em Londres, subia 0,79% para US$ 71,47 o barril. O jornal The Washington Post publicou em sua edição desta sexta-feira que, apesar do pedido formal do Conselho de Segurança das Nações Unidas, o Irã não ofereceu novas informações aos inspetores internacionais sobre o programa nuclear do país, o qual acelerou, em vez de diminuir, suas atividades de enriquecimento de urânio. O artigo cita fontes próximas ao relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre o Irã, que será divulgado mais tarde. Inspetores da AIEA devem confirmar que o Irã pode colocar em funcionamento uma cascata de 164 centrífugas para enriquecimento de urânio para combustível nuclear. No entanto, várias autoridades disseram que a cascata está inoperante, já que algumas centrífugas quebraram durante o processo para colocar as mesmas em funcionamento, o qual teria ocorrido de maneira bastante apressada. De acordo com o Post, não está claro se o Irã conseguiu ou não enriquecer uma pequena quantidade de urânio para um nível de 3,5%, como o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadnejad anunciou em 11 de abril. O nível seria suficiente para obter energia nuclear, mas insuficiente para conduzir um programa de desenvolvimento de armas nucleares. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

28 Abril 2006 | 11h54

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.