Petróleo sobe, com incerteza quanto à demanda

Os contratos futuros de petróleo fecharam em leve alta na New York Mercantile Exchange (Nymex) e na International Commodities Exchange (ICE, em Londres). A sessão foi marcada pela incerteza quanto à demanda por petróleo no curto prazo, e os volumes foram moderados. "O mercado está cético quanto aos informes de desaceleração na demanda. Basicamente, ainda existe muita fé na tendência de alta dos preços das commodities", comentou o analista Phil Flynn, da Alaron Trading. O mercado ignorou a notícia de que o Irã rejeitou uma proposta da União Européia para abandonar seu programa de enriquecimento de urânio em troca de apoio a seu programa de energia nuclear para uso civil. Também não teve impacto no mercado a notícia de que o senado da Nigéria rejeitou uma proposta de emenda constitucional que permitiria um terceiro mandato para o presidente Osulegun Obasanjo. Na Nymex, os contratos do petróleo bruto para junho fecharam a US$ 69,53 por barril, em alta de US$ 0,12; a mínima foi em US$ 68,51 e a máxima em US$ 70,70. Na ICE, os contratos do petróleo do tipo Brent para junho fecharam a US$ 70,34 por barril, em alta de US$ 0,67, com mínima em US$ 68,58 e máxima em US$ 70,36. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.