Petróleo sobe com preocupações com fornecimento

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam no maior nível em seis semanas nesta segunda-feira, 14, com as tensões entre a Rússia, a Ucrânia e o Ocidente motivando preocupações com o fornecimento de petróleo russo.

STEFÂNIA AKEL, Agencia Estado

14 de abril de 2014 | 16h33

O contrato de petróleo para maio fechou em alta de US$ 0,31 (0,29%), a US$ 104,05 por barril na Nymex, maior nível desde 3 de março. Já o petróleo do tipo brent para maio - contrato que vence amanhã - encerrou em alta de US$ 1,74 (1,6%), a US$ 109,07 por barril na ICE.

Ativistas e militantes favoráveis à Rússia estenderam seu controle ao longo do leste da Ucrânia, motivando o governo ucraniano a mobilizar seu Exército na tentativa de evitar outra incursão como a que ocorreu na Crimeia. Os investidores estão aguardando uma escalada do conflito e sanções mais amplas dos EUA e da União Europeia contra Moscou.

Os preços da commodity também encontraram apoio no relatório sobre as vendas no varejo dos EUA. As vendas no varejo americano subiram 1,1% em março ante fevereiro - a maior alta desde setembro de 2012 - e, excluindo-se automóveis, avançaram 0,7% na mesma comparação, mostrando resultados melhores que os esperados. Muitos economistas destacaram que a forte performance foi uma normalização das vendas após resultados muito abaixo da média nos meses de inverno rigoroso nos EUA. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.