Petróleo sobe com riscos de abastecimento

Sentimento melhora após reportagem do FT sugerindo que a Espanha receberá pacote de ajuda integral

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

21 de setembro de 2012 | 09h37

Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta sexta-feira, com os investidores voltando sua atenção para riscos de abastecimento e a possibilidade de a Espanha ser resgatada, em meio a uma falta de indicadores macroeconômicos relevantes.

Às 9h26 (de Brasília), o petróleo para novembro negociado na Nymex subia 1,24%, para US$ 93,57 por barril, enquanto o brent, também para novembro, avançava 1,14% na ICE, para US$ 111,28 por barril.

Para Thina Saltvedt, a analista sênior do mercado de petróleo do Nordea Bank Norge, os futuros foram excessivamente vendidos no começo da semana para realização de lucros e por causa de comentários da Arábia Saudita de que US$ 100,00 por barril seria um preço justo.

O sentimento melhorou após uma reportagem do Financial Times sugerindo que a Espanha está para receber um pacote de ajuda integral, comentou Thina. De acordo com o jornal britânico, o programa econômico deverá ser anunciado na próxima quinta-feira (27).

A possibilidade de cortes na produção também sustenta os preços do petróleo, segundo analistas. "Há risco de atrasos na recuperação do setor de petróleo da Líbia porque o ataque da semana passada vai tornar cada vez mais difícil para o país recrutar trabalhadores estrangeiros para sua indústria de petróleo", disse o Commerzbank em comunicado.

Além disso, um carregamento de petróleo do tipo Forties, principal componente do Brent, foi adiado de outubro para novembro, dando suporte ao contrato negociado em Londres, lembrou o banco alemão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.