Petróleo sobe diante de cautela com dados de estoques

Os contratos do petróleo nos mercados futuros são negociados em alta, com investidores ajustando posições antes da divulgação dos relatórios sobre os níveis dos estoques norte-americanos de petróleo e de derivados. O ajuste segue-se à forte queda registrada ontem, a qual projetou o contrato negociado na Nymex para abaixo de US$ 70 o barril. Às 9h24 (de Brasília), o contrato de outubro do petróleo negociado na Nymex subia 0,49%, para US$ 70,05 o barril. Na plataforma ICE, o contrato de mesmo vencimento avançava 0,59%, para US$ 70,27 o barril. Ontem, o petróleo recuou com notícias de que a tempestade tropical Ernesto havia desviado sua rota e não ameaçava as plataformas de petróleo no Golfo do México. Nesta manhã, as informações são de que a tempestade segue distante da região produtora de petróleo e está em direção ao sul da Carolina, onde deverá chegar amanhã. O alerta de furacão está mantido na costa da Carolina do Sul, do norte do rio Savannah até Cape Fear, na Carolina do Norte. Operadores disseram que as atenções devem voltar-se também a revisão do PIB do segundo trimestre nos EUA. Um crescimento menor do que o esperado poderá reforçar as preocupações recorrentes sobre o ritmo da desaceleração da economia norte-americana, com reflexo sobre a demanda por petróleo. A questão iraniana também está no foco, mas não é alvo da oscilação de preços. Alguns participantes disseram que a perspectiva de que o Irã não atenda à demanda da ONU de suspender seu programa de enriquecimento de urânio já está embutida nos preços e que eventuais sanções levarão tempo para serem implementadas. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.