Petróleo sobe impulsionado por alta de 1% da gasolina

A queda de 3,9 milhões de barris nos estoques de gasolina sustenta compras de futuros do produto, que dão suporte à alta do contrato futuro de petróleo bruto. O contrato futuro de maio da gasolina subia 1%, para US$ 2,0750, após atingir a máxima de US$ 2,0840 por galão, na New York Mercantile Exchange (Nymex) eletrônica. O petróleo para maio chegou a subir a US$ 69,60, mas reduz a alta para 0,32%, a US$ 69,20 por barril, na sessão regular da Nymex. Antes dos relatórios, esse contrato subia 0,03%. Com relação à queda acima da esperada dos estoques de gasolina, os estoques de petróleo bruto cresceram 3,2 milhões de barris, segundo o departamento de Energia, superando a previsão de aumento de 1,2 milhão de barris. Esse dado pode limitar compras de futuros de petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.