Petróleo sobe um pouco, mas ainda testa nível de US$ 50

Os contratos futuros de petróleo operam em alta nas negociações eletrônicas desta manhã em Londres e Nova York, recuperando-se da queda de ontem, que jogou os preços para abaixo dos US$ 50 na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), para o menor nível em 20 meses. Os operadores não descartam, no entanto, que a commodity volte a testar esse importante nível de suporte ainda no pregão de hoje. "Havia muita expectativa de que ocorreria uma grande onda de vendas assim que se quebrasse a barreira dos US$ 50 o barril, mas o mercado manteve-se firme, o que abriu espaço para uma esperança de correção", disse um operador. "Mas esse é um mercado volátil, que não dá chance para que nos sintamos mais confortáveis." Os estoques semanais de petróleo nos EUA aumentaram em 6,8 milhões de barris na semana passada, bem mais do que a previsão de 325 mil. Esperava-se que uma elevação dessa magnitude fosse derrubar mais fortemente os preços. O analista Antoine Halff, da Fimat, disse que a reação relativamente discreta reflete um "descompasso" entre os fundamentos da oferta e da demanda do mercado do petróleo. "Mas isso também pode refletir o reconhecimento de que os dados recentes de estoques dos EUA não têm um efeito tão baixista sobre os preços quanto parecia", disse ele. Dada a importância, do ponto de vista psicológico, do nível de US$ 50 o barril, o próximo movimento do mercado será crucial e por isso os investidores preferem ficar de lado esta manhã. Mais vendas podem ocorrer ainda hoje, com a abertura do pregão viva-voz nos EUA, mas somente uma queda para abaixo de US$ 49,90 deverá provocar um recuo mais acentuado. Às 11h15 (de Brasília), o contrato de petróleo bruto para fevereiro negociado na Nymex eletrônica subia 0,20%, para US$ 50,58 o barril. O Brent para março transacionado na ICE Futures, em Londres, ganhava 0,77%, cotado a US$ 52,15 o barril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.