Petróleo supera os US$ 100 o barril em Londres

Às 14h40 (horário de Brasília), o contrato futuro de petróleo com vencimento em março negociado na Nymex subia 0,71%, para US$ 89,97 o barril

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 14h53

Os preços dos contratos futuros do petróleo registram ganhos, impulsionados pela continuidade dos protestos no Egito e por temores de que as manifestações possam afetar o fornecimento de petróleo para a Europa. Essa preocupação impulsionou o valor do barril de petróleo tipo Brent para além de US$ 100 o barril e se refletiu em um volume de negócios recorde para os contratos de petróleo WTI negociados na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

Às 14h40 (horário de Brasília), o contrato futuro de petróleo com vencimento em março negociado na Nymex subia 0,71%, para US$ 89,97 o barril. O volume de negócios somava 1.472.088 contratos, superando o recorde anterior, de 1.423.536 contratos, atingido em abril de 2010. Na plataforma ICE de Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent com vencimento em março avançava 0,53%, para US$ 99,95 o barril, sendo que a cotação máxima atingida durante o dia foi de US$ 100,25 o barril.

Os protestos contra o governo do Egito estão gerando receios relacionados à estabilidade política do país e também da região. O mercado de petróleo, no entanto, está preocupado com a possibilidade de as tensões no Egito provocarem a interrupção das atividades do Canal de Suez e do oleoduto de Sumed, que juntos respondem diariamente pelo envio de mais de dois milhões de barris de petróleo para a Europa e outros mercados. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.