Petróleo tem alta forte; Brent fecha acima de US$ 100

Na Bolsa de Nova York, contratos futuros fecharam nos níveis mais altos em mais de dois anos

Renato Martins, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 19h20

Os contratos futuros de petróleo fecharam nos níveis mais altos em mais de dois anos na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) e na Intercontinental Exchange (ICE). Os contratos do petróleo Brent para março fecharam acima dos US$ 100 por barril na ICE. Os preços do petróleo subiram como reflexo dos temores em relação à turbulência política no Egito.

"O Brent foi o contrato a acompanhar hoje. Assim que começou a subir e a romper as máximas, mais ordens de compra começaram a chegar", disse o corretor Tony Rosado, da GA Global Markets. Na Nymex, os contratos futuros do petróleo West Texas Intermediate (WTI) subiram 7,6% nas últimas duas sessões, com volume de negócios recorde na sexta-feira.

Embora o Egito não seja um grande produtor de petróleo, o país controla o Canal de Suez, rota de transporte de boa parte do petróleo produzido no Golfo Pérsico para o Ocidente. A Autoridade do Canal de Suez disse à Dow Jones nesta segunda-feira que o canal está operando normalmente. Também nesta segunda-feira, a Opep disse que existe o risco de desabastecimento, se a crise política no Egito se agravar, mas acrescentou que está disposta a elevar sua produção, caso isso seja necessário.

Segundo analistas do setor, mesmo o fechamento do Canal de Suez não teria impacto na oferta de petróleo, porque os petroleiros simplesmente passariam a ter de contornar a África. O temor dos participantes do mercado é de que os movimentos contra governos autoritários se alastrem para outros países árabes, depois da Tunísia (onde uma revolução derrubou o presidente há duas semanas) e do Egito.

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para março tiveram uma alta de US$ 2,85 (3,19%) e fecharam a US$ 92,19 por barril, nível mais alto desde 3 de outubro de 2008. A mínima foi em US$ 88,40 e a máxima em US$ 92,84. Na ICE, os contratos do petróleo Brent para março subiram US$ 1,59 (1,60%) e fecharam a US$ 101,01 por barril, nível mais alto desde 26 de setembro de 2008, com mínima em US$ 98,50 e máxima em US$ 101,73. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilNymexBrentEgito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.