Petróleo tem leve alta com dívida dos EUA e tempestade

Os preços do petróleo têm leve alta hoje, após uma queda surpreendente nos pedidos de auxílio desemprego nos EUA e os possíveis efeitos da tempestade tropical Don na produção no Golfo do México.

AE, Agencia Estado

28 de julho de 2011 | 11h11

Às 11h05, o contrato de petróleo para setembro negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) registrava leve alta de US$ 0,10 (0,10%), a US$ 97,50 o barril. Na plataforma ICE, o petróleo do tipo Brent subia US$ 0,48 (0,41%), a US$ 117,91 o barril.

O número de trabalhadores que entraram com pedido de auxílio desemprego na semana encerrada no dia 23 de julho recuou 24 mil, superando as estimativas dos analistas, que acreditavam em estabilidade.

Os preços do petróleo se recuperaram após o dado do Departamento do Trabalho, mas operadores afirmam que o impasse sobre a elevação do limite de endividamento dos EUA tem impedido um ganho maior, a menos que a tempestade no Golfo do México eleve os receios sobre uma interrupção da produção na região. "A única coisa que vai afetar o mercado hoje é a tempestade", afirma Carl Larry, diretor de derivativos da Blue Ocean Brokerage.

A tempestade Don, que se dirige para o sul da costa do Texas, já fez com que três grandes petroleiras retirassem o pessoal não essencial das plataformas offshore no Golfo. Hoje, a Exxon Mobil disse que interrompeu a produção de quase 8 mil barris por dia em razão da tempestade, que segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA pode ganhar força nas próximas 48 horas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilpreço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.