Petróleo tem leve queda com dados da inflação na China

Os preços dos contratos futuros do petróleo operam em queda em Londres e Nova York, afetados pela divulgação de dados ontem que mostraram uma alta da inflação na China em junho. O índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) da China subiu 2,7%, em bases anuais, após ter avançado 2,1% em maio.

Agencia Estado

09 de julho de 2013 | 08h28

A média das previsões dos 18 economistas consultados pela Dow Jones era de uma alta de 2,5%, mas o resultado do CPI não foi suficiente para preocupar os formuladores de políticas públicas chinesas e levá-los a tentar estimular a economia da China que perde força.

Mas a turbulência no Egito continua a fornecer certo apoio para os preços do petróleo devido a temores de distúrbios de oferta, disse Nihon Unicom, analista da Hiroyuki Kikukawa. O Canal de Suez, principal ponto de transporte de petróleo, está localizado no País.

Às 7h30 (de Brasília), o contrato do petróleo Brent para agosto recuava 0,15%, para US$ 107,27 o barril, na plataforma ICE, em Londres. O contrato do petróleo negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) para agosto cedia 0,11%, para 103,03 o barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.