Peugeot-Citroën vai exportar motor bicombustível para Europa

A fábrica da PSA (Peugeot-Citroën) em Porto Real (RJ) passará a exportar no primeiro semestre deste ano motores bicombustíveis ("flex fuel") para a França. Os protótipos já foram embarcados em janeiro. Os motores serão usados na fabricação dos carros Peugeot 307 e Citroën C4, que serão lançados na França no segundo semestre de 2007, na versão flex fuel. Segundo informações da PSA, a empresa será a primeira montadora no Brasil a exportar motores bicombustíveis para a Europa. Os motores atualmente já são exportados para a Argentina para a montagem de veículos das marcas Peugeot e Citroën, que são vendidos no Brasil.A ministra de Comércio Exterior da França, Christine Lagarde, acompanhada de uma delegação de autoridades e empresários daquele país, conheceu hoje a tecnologia "flex fuel" e visitou uma exposição de carros bicombustíveis montada pela Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) no estacionamento do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Na Europa, apenas a Suécia já possui carros bicombustíveis.O secretário-executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Mário Mugnaini, explicou que o Brasil quer aproveitar comercialmente o lançamento pela França, este ano, do programa de mistura de álcool à gasolina. "Nós tínhamos o interesse de mostrar a nossa produção de etanol e da tecnologia flex fuel porque nós temos bons preços, boas condições e somos craques neste negócio", disse, após receber a delegação francesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.