Phillips vai investir US$ 25 mi em conversor para TV Digital

A Phillips vai investir US$ 25 milhões na produção de caixas conversoras para TV Digital no Brasil. O diretor executivo da empresa no Brasil, Walter Duran, informou que a maioria dos investimentos será realizada nos próximos oito meses e os conversores devem ser lançados ainda este ano. "Não se espera uma grande quantidade porque no início as transmissões serão restritas à capital de São Paulo e durante o ano que vem mais duas capitais serão cobertas", afirmou, durante o IPTV World Forum Latin America, que está se realizando no Rio de Janeiro. Duran espera que depois de três anos já exista um público significativo para a TV Digital do País. A empresa está investindo também em tecnologia de IPTV (TV por Internet). De acordo com Duran, a TV Digital e a IPTV são concorrentes entre si e também com outras tecnologias como as de TV a cabo e TV por assinatura por satélite. Ele observa que no Brasil cerca de 90% da população tem TV aberta e não tem TV por assinatura. Também observa que boa parte da população não tem acesso à banda larga necessária para o uso da TV por Internet. De acordo com Duran, o custo dos equipamentos da TV Digital vai ser alto, mas o preço final não será necessariamente caro. Ele observou que a Casa Civil está estudando formas de tornar as caixas conversoras mais acessíveis para a população através de incentivos como renúncia fiscal e "algum tipo de subsídio", embora nada esteja decidido ainda. De acordo com ele, a expectativa do governo é lançar medidas nesse sentido em meados deste ano. Duran observou ainda que a qualidade da TV aberta no Brasil é muito boa, o que desestimula a penetração de serviços pagos de TV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.