PIB do Peru cresce 1,16% em julho, abaixo da expectativa

O Produto Interno Bruto (PIB) do Peru cresceu 1,16% em julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística e Informática (Inei). O resultado ficou abaixo das expectativas dos analistas, que previam crescimento ao redor de 2% no período. Nos sete primeiro meses de 2014, a expansão foi de 3,0% sobre o mesmo intervalo do ano passado.

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2014 | 13h13

Segundo o Inei, o crescimento em julho foi impactado pela fraca atividade no setor de mineração e hidrocarbonetos, na produção manufatureira e na construção. O setor de mineração de hidrocarbonetos, que tem relevante participação na economia peruana, se contraiu 1,61% em julho. A construção apresento queda de 6,02% no período, devido ao menor investimento dos setores público e privado. O setor manufatureiro, por sua vez, se contraiu 5,72%.

O governo peruano informou que o setor da pesca se expandiu 13,48% em julho, na comparação com mês do ano anterior, ao passo se o segmento financeiro teve crescimento de 12,44% e o varejista, de 4,21%.

A economia do Peru desacelerou neste ano, impactada pela queda nas exportações e investimentos mais fracos do setor privado. O banco central do Peru afrouxou a política monetária para impulsionar a economia. Na quinta-feira, a autoridade monetária cortou a sua taxa básica de juro em 25 pontos-base para 3,50%. Há a expectativa de que a economia do Peru se expanda cerca de 4% neste ano. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
PeruPIBjulho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.