Pimco está comprando bônus de Brasil, México, Rússia e Austrália

Expectativa para mercados emergentes é de alto índice de poupança, ausência de bolhas de endividamento e capacidade de gastos extras por parte dos governos em caso de necessidade

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

24 de maio de 2010 | 14h25

A unidade australiana da Pacific Investment Management Company (Pimco), maior gestora de fundos de renda fixa do mundo, está comprando títulos da dívida de países emergentes como Brasil, México, Austrália e Rússia como parte de sua estratégia de conter a volatilidade nos mercados globais, afirmou John Wilson, executivo-chefe da unidade.

 

A estratégia da Pimco baseia-se em perspectivas de uma recuperação robusta das economias emergentes, enquanto avalia-se que os países mais desenvolvidos tendem a crescer apenas modestamente, prosseguiu Wilson.

 

Ao passo que a expectativa para os mercados emergentes é de alto índice de poupança, ausência de bolhas de endividamento e capacidade de gastos extras por parte dos governos em caso de necessidade, os países desenvolvidos deverão ser afetados por altas taxas de desemprego, desalavancagem, maior regulamentação e desglobalização, afirmou o executivo-chefe da Pimco Austrália.

 

"Estamos dando ênfase a vencimentos intermediários, para os quais é improvável que as taxas subam tão rapidamente quando os títulos de prazo mais curto. Também estamos ampliando taticamente a exposição a mercados de um ano nos quais os investidores embutem nos preços muitas altas de juro", explicou Wilson.

 

"Estamos investindo nos títulos da dívida de mercados emergentes, concentrando o foco no Brasil, no México e na Rússia. A retenção de papéis da dívida australiana atrelados à inflação e de instituições financeiras bem capitalizadas, como os quatro maiores bancos da Austrália, também dará retorno", concluiu Wilson. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
pimcofundosrenda fixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.