Plano contra crise alavanca bolsas da Ásia

Negociações na União Europeia tiveram resultados positivos sobre mercados asiáticos

Ricardo Criez, da Agência Estado,

27 de outubro de 2011 | 08h01

As Bolsas da Ásia voltaram a fechar no campo positivo. O plano da União Europeia para resgatar a dívida da Grécia, fechado na madrugada de hoje (horário de Brasília), teve bom impacto sobre a maioria dos mercados da região.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong. No quinto pregão seguido de ganhos, o índice Hang Seng subiu 3% e encerrou aos 19.630,78 pontos.

As Bolsas da China foram exceção à euforia provocada pelo acordo na zona do euro. Os mercados tiveram ligeira alta, mas estimulados pelas esperanças de que Pequim irá reduzir sua política de aperto monetário. Em sua quarta sessão consecutiva de ganhos, o índice Xangai Composto subiu 0,3% e fechou aos 2.435,61 pontos. O índice Shenzhen Composto ganhou 0,1% e terminou aos 1.013,19 pontos.

O yuan se desvalorizou em relação ao dólar, com compras da moeda norte-americana por parte de grandes importadores, apesar de o Banco Central chinês reduzir a taxa de paridade central dólar-yuan (de 6,3727 yuans para 6,3652 yuans). No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3855 yuans, de 6,3775 yuans ontem.

Com volume de negociações em elevação, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou reações mistas ao acordo sobre a crise da dívida grega. O índice Taiwan Weighted subiu 0,39% e terminou aos 7.565,21 pontos.

Na Coreia do Sul, os analistas apontam ganhos no curto prazo após os líderes europeus restaurarem a confiança do mercado. Isso alavancou a Bolsa de Seul, que teve o segundo pregão seguido de alta. O índice Kospi subiu 1,5% e terminou aos 1.922,04 pontos.

Já a Bolsa de Sydney, na Austrália, disparou com as notícias vindas da Europa, apesar da falha técnica que interrompeu o pregão durante quatro horas. O índice S&P/ASX 200 ganhou 2,5% e terminou aos 4.348,2 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em linha com a maioria de seus pares asiáticos. O índice PSE subiu 1,01% e encerrou aos 4.267,50 pontos.

A Bolsa de Cingapura encerrou em alta, acompanhando os demais mercados asiáticos. O índice Straits Times subiu 2,8% e fechou aos 2.847,57 pontos, quarta sessão consecutiva de ganhos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, avançou 2,0% e fechou aos 3.813,00 pontos, liderado por compras de blue chips por estrangeiros.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 2,4% e fechou aos 961,26 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,9% e fechou aos 1.470,93 pontos, acompanhando as demais da região. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.