Plano de demissão voluntária da Volks não atinge meta

O Plano de Demissão Voluntária (PDV) da unidade de São Bernardo do Campo da Volkswagen encerrou sua segunda etapa na última quarta-feira sem atingir a meta de adesão de 1,3 mil funcionários. Segundo a empresa, 1.055 trabalhadores já aderiram ao plano, até essa fase, e receberão um salário por ano trabalhado na empresa, além das verbas rescisórias legais.A partir de agora, segundo o acordo firmado no ano passado, a empresa pode indicar mais 245 funcionários para afastamento, recebendo 0,6 salário por ano trabalhado. A terceira das 11 etapas do PDV - que devem determinar o afastamento de 3,2 mil funcionários até o final de 2008 - não tem data para ser encerrada e nem prazo definido para as demissões.Conforme a assessoria de imprensa da Volkswagen, as metas do PDV foram acertadas com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC devido à reestruturação da produção da empresa baseada na redução das exportações em virtude do real valorizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.