Política monetária de parceiros provoca queda em HK

A Bolsa de Hong Kong fechou em baixa nesta quarta-feira. Os investidores estão preocupados com a possibilidade de seus principais parceiros - China e EUA - tomarem medidas restritivas de política monetária. ?Há preocupações sobre as medidas do Fed e se a China irá tomar decisões que contenham a economia?, disse Y. K. Chan, gerente de fundos da Philip Capital Management. O índice Hang Seng recuou 0,4% no final do pregão, para 17.088,39 pontos. Entre as principais blue chips a sofrerem queda de valor constaram Sino Land (-1,4%) e Henderson Land Development (-0.8%). A Bolsa de Xangai também encerrou em baixa, provocada pelo plano de mudança acionária da China Petroleum & Chemical. Havia fortes expectativas no mercado de que as empresas listadas da holding seriam privatizadas, mas o projeto foi adiado. O Xangai Composto caiu 0,06% e o Shenzhen Composto registrou baixa de 0,16%. Sinopec Shanghai Petrochemical caiu 3,5% e Sinopec Yizheng Chemical Fiber recuou 2,8%. A moeda chinesa caiou frente ao dólar caiu e no fim do dia a moeda norte-americana subia para 7,9686 yuans no sistema automático de preços, de 7,9651 yuans de terça-feira. A Bolsa de Taiwan igualmente teve queda, com o índice Taiwan Weighted recuando 0,5%. O principal motivo foram os contínuos fluxos de saída de fundos estrangeiros, com destaque para ações dos setores financeiro e de cimento. ?Investidores estrangeiros estão preocupados com o pequeno aumento da inflação global e consideram que esse movimento irá pressionar negativamente os lucros das empresas asiáticas?, disse Stanley Chou, gerente de fundos da Barits Investment Service. Depois dos ganhos de ontem, investidores do mercado sul-coreano decidiram realizar lucros, tanto no mercado à vista quanto no futuro. O índice Kospi fechou em queda de 0,8%. Analistas disseram que as vendas também foram estimuladas pelos comentários contraditórios do Federal Reserve ontem, que abalaram a perspectiva de interrupção da taxa de juros norte-americana. O principal índice da Bolsa de Manila (Filipinas), fechou com ligeira queda nesta quarta-feira, principalmente em razão das baixas dos papéis da Philippine Long Distance Telephone Co. (PLDT) e Globe Telecom. O PSE Composto encerrou o dia com baixa de 0,2%. Segundo Francisco Liboro, presidente da PCCI Securities, o comportamento do mercado não tem ligação com os fundamentos da economia local - que mantêm-se favoráveis - mas tem a ver com a época do ano, quando muitos gerentes de fundos estrangeiros saem de férias, o que diminui o giro do mercado. PLDT caiu 0,8%, seguindo a baixa, também de 0,8%, registrada ontem nos ADRs da empresa em Nova York. Globe Telecom teve queda de 2%. A expectativa da divulgação dos resultados anuais da BHP Billiton estimulou os negócios em Sydney. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,1%. A empresa apresentou lucro ajustado recorde de US$ 10,2 bilhões, de acordo com as expectativas do mercado. O índice composto de 100 blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur (Malásia) encerrou em alta de 0,34%, enquanto em Cingapura o Strait Times recuou 0,35%. O índice JSX Composto da Bolsa de Jacarta (Indonésia), por sua vez, avançou 0,25%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.