Posto vai vender gasolina a R$ 1,18 em protesto contra impostos

Protesto semelhante ocorrerá na próxima 3ª feira em diversas capitais e cidades do interior

Cley Scholz, de O Estado de S. Paulo,

20 de maio de 2010 | 16h57

Um posto de gasolina da Avenida Sumaré, na Zona Oeste de São Paulo, vai vender gasolina por R$ 1,18 o litro na próxima terça-feira, 25. O preço com 50% de desconto terá de ser pago à vista em dinheiro e cada consumidor só poderá comprar até 30 litros.

A promoção é uma forma de protesto contra os impostos. O objetivo, segundo os organizadores, é conscientizar os brasileiros sobre os impostos abusivos que pagam sem saber. Protestos semelhantes serão organizados no mesmo dia em Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Vitória, além de algumas cidades do interior em vários Estados.

O posto bandeira Ipiranga da avenida Sumaré em São Paulo fica na esquina com a rua Franco da Rocha, no bairro das Perdizes. A escolha da data foi feita com base no cálculo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) que indica que o brasileiro trabalha 145 dias por ano só para pagar impostos. A terça feira seria, pelo cálculo, o último dia de trabalho para o governo, data que o movimento batizou de `Dia Livre de Impostos'.

A diferença do valor dos 6 mil litros de gasolina que serão vendidos com desconto será paga pelas instituições organizadoras do protesto. Em São Paulo o protesto é organizado pelo Instituto Ludwig von Mises em parceria com o Movimento Endireita Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
gasolinaprotestoimpostospreço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.