Premiê japonês promete atitude definitiva sobre iene

Segundo o primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, movimentos excessivos no mercado de moedas são ruins para a economia

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 09h17

O primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, elevou o tom em relação ao fortalecimento recente do iene, dizendo que tomará uma "atitude definitiva" quando for necessário para evitar que a moeda continue subindo. "Movimentos excessivos no mercado de moedas são ruins para a economia e para os mercados financeiros. Tomarei uma atitude definitiva quando for necessário", afirmou para repórteres.

Kan disse também que irá se reunir com o presidente do Banco do Japão (BoJ), Masaaki  Shirakawa, assim que ele retornar de sua viagem aos EUA, para participar do simpósio em Jackson Hole. "Espero então que o BoJ implemente rapidamente política monetárias (apropriadas)", disse Kan.

As palavras de Kan, as mais fortes até o momento, e seu planejado encontro com o presidente do BoJ, no início da próxima semana, sugerem que as autoridades estão preparando um resposta coordenada para a alta do iene, por meio de uma intervenção com a venda de ienes pela primeira vez em seis anos e flexibilização ainda maior da política monetária.

Kan disse ainda que pretende divulgar medidas de estímulo na terça-feira, embora espera-se que sejam de pequena escala, não exigindo a tomada de novos empréstimos pelo governo.

"Os fortes comentários de Kan fortaleceram as especulações de que (o governo) está pronto para intervir no mercado de moedas, fazendo com que os investidores relutem em comprar ienes", disse um trader no Japão. Mas o governo "não tomaria qualquer atitude a menos que o dólar caia fortemente contra o iene ou rompa o nível de 80 ienes", acrescentou.

Após os comentários de Kan, o dólar manteve a sustentação registrada na expectativa entrevista do primeiro-ministro. Às 7h38 (de Brasília), o dólar subia para 84,65 ienes, de 84,41 ienes ontem e da mínima intraday de 84,23 ienes. Na terça-feira, o dólar caiu para 83,58 ienes, a menor cotação em 15 anos. A mínima histórica do dólar contra o iene é 79,75 ienes, atingida em 1995. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.