Pressão menor do BC faz dólar cair nesta manhã

O dólar comercial abriu hoje em forte baixa, devolvendo a alta dos três últimos dias. Segundo analistas, o recuo é resultado de o Banco Central ter anunciado que vai reduzir sua pressão sobre o mercado, com uma menor oferta de contratos de swap cambial reverso. Esse tipo de operação tem o efeito de uma compra de dólares no mercado futuro. Desde dezembro, o BC vinha ofertando 8 mil contratos por dia e ontem à noite anunciou que só vai oferecer aos bancos 4 mil contratos. A cotação de abertura foi de R$ 2,268, o que representava desvalorização de 2,58%. As alteração das atuações do BC devem ofuscar todas as outras variáveis que tenderiam a contribuir para a formação do valor do dólar esta manhã. Mesmo assim, vale registrar que o mercado internacional ainda não se definiu por completo, mas mostra um tom levemente negativo.

Agencia Estado,

20 de janeiro de 2006 | 10h10

Tudo o que sabemos sobre:
câmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.