Previdência complementar é dividida em fechada e aberta

O mercado de previdência privada se divide em duas áreas distintas: as Entidades Fechadas de Previdência Privada (EFPP), mais conhecidas como os Fundos de Pensão, e as Entidades Abertas de Previdência Privada (EAPP), que são os planos encontrados nos bancos, corretoras e empresas específicas de previdência. Para participar de um plano de previdência fechada é preciso ter vínculo empregatício com a empresa patrocinadora, que geralmente são empresas de grande porte, sobretudo das estatais. Alguns planos são patrocinados simultaneamente por várias empresas. Regra geral, as empresas pagam uma parte da contribuição para formação do capital do associado nos planos fechados. É uma forma de dar benefício indireto ao trabalhador que fica na empresa.Atualmente, diversas companhias oferecem aos seus empregados planos de previdência complementar aberta, ou seja, os mesmos planos que o funcionário encontraria em qualquer seguradora. A diferença é que esses planos, por envolver maior número de pessoas, têm custos reduzidos e, eventualmente, a empresa pode fazer uma aplicação em nome do funcionário.

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2006 | 09h50

Tudo o que sabemos sobre:
cartilhaprevidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.