Principais bolsas européias operam em alta

As principais bolsas européias operam em alta, sustentadas por ganhos das ações dos setores de tecnologia e de mineração, os quais suavizam as perdas registradas pelos papéis da Akzo Nobel e da ASML Holdings. As ações da Rio Tinto sobem 3% em Londres, arrastando outros papéis do segmento em alta, depois de anunciar produção recorde de minério de ferro no terceiro trimestre, para 35,7 milhões de toneladas, para atender a demanda chinesa. As mineradoras Antofagasta e BHP Billiton avançam também com a apreciação recente do ouro e do cobre. Às 8h29 (de Brasília), o índice FT-100, de Londres, operava em alta de 0,22%; o índice Xetra-DAX, de Frankfurt, registrava ganho de 0,44%; e o índice CAC-40, de Paris, subia 0,41%. Investidores aguardam o índice de preços ao consumidor (CPI) nos EUA, à espera de que os números mostrem inflação benigna. Por conta de tal expectativa, os papéis de algumas empresas com elevadas receitas provenientes dos EUA, como Unilever e SABMiller, avançam. As ações de várias empresas de tecnologia eram valorizadas pelo resultado melhor do que o esperado, divulgado ontem, depois do fechamento de Nova York, pela Intel e pela IBM. Mas as ações da ASML Holdings, maior fabricante de chips da Europa, caíram mais de 4%, com o anúncio de que espera desaceleração nas encomendas no quarto trimestre. A empresa informou, entretanto, em seu balanço, que o lucro do terceiro trimestre triplicou. Já os papéis da companhia farmacêutica e química Akzo Nobel caíram na esteira do anúncio de que o registro de um medicamento para esquizofrenia desenvolvido com a Pfizer deverá ser adiado, depois de testes inconclusivos. As informações são das agências internacionais.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2006 | 08h32

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.