Principais bolsas européias operam em baixa

As bolsas européias operam em baixa, pressionadas pela notícia de que o Irã ocupou uma plataforma de petróleo localizada no Golfo Pérsico operada por uma empresa romena. Os mercados já vinham fragilizados pela queda no índice de expectativa econômica ZEW, na Alemanha, que ficou negativo pela primeira vez em cinco anos. Às 9h17 (de Brasília), o índice FT-100, de Londres, caía 0,59%; o índice Xetra-DAX, de Frankfurt, recuava 0,51%; e o CAC-40, de Paris, cedia 0,56%. As ações da Volkswagen (-2,3%) e da Allianz (-1,5%) eram destaque de baixa na Alemanha, na esteira do índice ZEW. Temores de eventual queda nos investimentos das empresas e nos gastos dos consumidores nos próximos seis meses prejudicaram o ambiente para os negócios na Alemanha durante agosto, levando o indicador de sentimento econômico ZEW ao território negativo pela primeira vez em cinco anos. O índice recuou para -5,6 em agosto, a maior queda deste ano, de 15,1 em julho. O índice ficou abaixo do patamar de 10,3 esperado pelos economistas consultados pela Dow Jones Newswire. O movimento militar do Irã acentua as preocupações com a tensão geopolítica, as quais haviam sido amenizadas com o cessar-fogo no Líbano, abrindo espaço para queda nos preços do petróleo e recuperação das bolsas. Mas a trégua no Oriente Médio dá sinais de fragilidade desde o final de semana e há grande expectativa com a resposta que o Irã concederá mais tarde sobre a resolução da ONU, que pede a suspensão de seu programa nuclear. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2006 | 09h27

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.