Produção de alumínio primário cresceu 7,1% em 2006

A produção brasileira de alumínio primário cresceu 7,1% em 2006 em relação ao ano anterior, segundo divulgou hoje a Associação Brasileira de Alumínio Primário (Abal). No ano, a produção somou 1,604 milhão de toneladas, ante as 1,498 milhão de toneladas de 2005. No mês de dezembro, a produção de alumínio primário cresceu 3,9%, para 137,6 mil toneladas. Em 2006, a Albras se manteve no topo do ranking das produtoras de alumínio primário, com 459,9 mil toneladas, seguida pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), com 404,9 mil toneladas, e pela Alcoa, com 355,8 mil toneladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.