Produção industrial do Japão tem maior recuo em 3 anos

A produção industrial no Japão caiu 3,3% em junho na comparação com maio, informou o ministério da Economia, Comércio e Indústria do país, a maior queda desde março de 2011. Os analistas ouvidos pelo Wall Street Journal e pelo Nikkei previam um recuo bem menor do indicador, de 1,2%. Em maio, a produção havia subido 0,5%.

MATEUS FAGUNDES, Agência Estado

29 de julho de 2014 | 21h32

Entre abril e junho, o indicador recuou 3,7%, marcando o primeiro declínio em seis trimestres. O número negativo aponta para uma desaceleração econômica acentuada entre abril e junho e um recuo em relação ao aumento de 6,7% no primeiro trimestre.

A indústria japonesa vinha mostrando uma recuperação até o mês anterior, mas a tendência não foi mantida. O resultado ruim pode ser explicado, em parte, por conta de um crescimento mundial mais fraco e do impacto do imposto doméstico sobre vendas, que foi aumentado em abril.

Mas o forte recuo também levanta dúvidas sobre a força da recuperação em curso provocada pela política econômica do primeiro-ministro Shinzo Abe, conhecida como "Abenomics".

Apesar disso, a projeção de empresários ouvidos pelo ministério é de que o indicador suba 2,5% em julho e avance 1,1% em agosto, ambos em comparação com o mês anterior. (com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoprodução industrial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.