Projeção para juro futuro cai em dia fraco de negócios

Os juros futuros encerraram o dia em queda na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2008, o mais negociado, registrou taxa de 15,54% ao ano no fechamento dos negócios. Ontem a projeção estava em 15,54% ao ano. A melhora nas taxas, ocorrida em um dia fraco de negócios no mercado brasileiro de juros, foi causada em parte porque a piora do quadro externo não prosseguiu ao mesmo passo de ontem. Além disso, o relatório de inflação do Banco Central veio em linha com as últimas atas do Comitê de Política Monetária (Copom), mantendo porta aberta para recuo da taxa básica de juros da economia (Selic) e também porque a agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou a nota dada ao Brasil em moeda local de longo prazo. Analistas disseram que a elevação na classificação de risco soberano da dívida brasileira já era uma decisão esperada e, portanto, sem força para reverter um ambiente de maior aversão ao risco de países emergentes por parte dos investidores externos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.