Protestos em Hong Kong não afetam mercado de câmbio

Os protestos em Hong Kong não influenciaram as operações no mercado de câmbio asiático, que já começa a registrar os primeiros negócios de segunda-feira. De acordo com o analista da OM Financial, Stuart Ive, como as manifestações estão razoavelmente contidas, elas não representam um risco. "Mas se o movimento crescer, poderá se tornar um problema mais amplo", ressalta Ive, acrescentando que neste caso se transformaria em um risco a ser levado em consideração. Fonte: Dow Jones Newswires.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.