Queda do dólar nesta manhã reduzem taxas de juros no mercado futuro

Na ausência de indicadores que impactem diretamente o mercado de juros hoje, os negócios estão sendo afetados pelo mercado de câmbio. O Banco Central surpreendeu operadores e analistas ao reduzir pela metade o volume de títulos de seu leilão de swap reverso de hoje. Essa operação tem resultado semelhante a compra de dólar no mercado futuro, o significa uma pressão para puxar os preços também no mercado à vista. O objetivo da atitude do Banco Central foi alvo de especulações entre operadores nesta manhã. Alguns comentavam que o governo pode reduzir suas intervenções no mercado para que o preço do dólar caia e reduza uma eventual pressão sobre a inflação. Nesta hipótese, a taxa Selic poderia cair mais rapidamente, ajudando o governo Lula em ano eleitoral. Na abertura de hoje, o a taxa de juros embutida no Depósito Interfinanceiro com vencimento em janeiro de 2007, o mais líquido, caía para 15,83% no pregão eletrônico. O cenário externo também será observado pelos investidores, embora haja poucos pontos de preocupação. As bolsas de valores norte-americanas operam em queda e o petróleo opera em alta hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.