Queda do petróleo minimiza pressão nas bolsas de NY

A ampliação da queda dos preços do petróleo retirava parte da pressão das bolsas norte-americanas. O petróleo acentuou o movimento de baixa depois da divulgação dos relatórios sobre os níveis dos estoques do produto nos EUA, mostrando aumento superior ao previsto das reservas. Mas as preocupações com as taxas de juro nos EUA e as perdas das ações da Google continuavam mantendo os principais índices em baixa. Às 12h53 (de Brasília), o Dow Jones caía 0,05% e o Nasdaq recuava 0,38%. O contrato futuro de petróleo para o mês de abril operava abaixo dos US$ 61 por barril, recuando 1,19%, para US$ 60,85. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.