Questionada se Tombini será ministro, Dilma acena

A presidente Dilma Rousseff almoçou em um restaurante nas proximidades do hotel em que está hospedada em Brisbane para o G-20. Ao deixar o local ao lado de Alexandre Tombini, foi questionada pelos jornalistas se estava ao lado do futuro ministro da Fazenda. Dilma respondeu com um aceno de "tchau". Guido Mantega não almoçou com o grupo.

FERNANDO NAKAGAWA, Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2014 | 05h21

Ao deixar o restaurante especializado em carnes Moo Moo, Dilma estava sorridente e começou a caminhada de cerca de 300 metros até o Royal on the Park Hotel ao lado ministro de Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, quando começou a ser questionada pelos jornalistas.

Ao atravessar a rua, começou a caminhar ao lado de Tombini e foi questionada sobre o sucessor de Mantega. Além de Dilma, Tombini e Figueiredo, estava o assessor especial da Presidência, Março Aurélio Garcia.

Segundo a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, Mantega permaneceu em um almoço de trabalho dentro do hotel. Por isso, não acompanhou o grupo. Durante a manhã, Dilma teve reuniões internas preparativas para a reunião de cúpula do G-20 e continuará com a mesma programação à tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
G-20AustráliaTombiniDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.