Rali em Wall Street faz bolsas da Ásia subirem; Hong Kong ganha 1,3%

Esperança com situação da crise ajudou a animar investidores

Ricardo Criez, da Agência Estado,

19 de outubro de 2011 | 07h37

A maioria das Bolsas da Ásia fechou no campo positivo. As boas notícias sobre a crise da dívida europeia e o rali em Wall Street animaram os investidores. Porém, fatores locais acabaram por limitar os ganhos.

A Bolsa de Hong Kong recuperou parte das perdas da véspera, quando perdeu 4,2%, mas os investidores mostraram cautela. O índice Hang Seng subiu 1,3% e terminou aos 18.309,22 pontos.

Na China, os mercados fecharam em ligeira queda, por causa das preocupações de que o crescimento econômico do país continuará a cair. O índice Xangai Composto baixou 0,3% e terminou aos 2.377,51 pontos, estendendo as perdas de 2,3% do pregão anterior. O índice Shenzhen Composto caiu 0,6% e encerrou aos 1.004,20 pontos.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, reagiu a notícias do setor tecnológico para encerrar em ligeira queda. O índice Taiwan Weighted caiu 0,08% e terminou aos 7.353,37 pontos.

Na Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, o mercado acabou impulsionado pelas ações do setor público, com expectativas de fortes balanços trimestrais das estatais de eletricidade e gás. O índice Kospi ganhou 0,9% e terminou aos 1.855,92 pontos.

Na Austrália, os investidores tiveram uma reação estática ao rali em Wall Street, o que fez a Bolsa de Sydney limitar os ganhos. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,6% e fechou aos 4.213,6 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, finalizou em linha com os EUA e a maioria dos mercados regionais. O índice PSE subiu 0,9% e fechou aos 4.193,55 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve baixa, por conta do declínio das principais blue chips, a despeito das altas na maioria dos mercados regionais e sinais de flutuabilidade no mercado doméstico. O índice Straits Times cedeu 0,2% e fechou aos 2.720,21 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,8% e fechou aos 3.685,30 pontos, liderado por compras de estrangeiros na expectativa de divulgação de fortes lucros no acumulado de nove meses do ano.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 1,24% e fechou aos 940,95 pontos, com preocupações sobre o impacto das enchentes na economia do país.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, ganhou 0,7% e fechou aos 1.450,25 pontos em meio a performances positivas nos mercados asiáticos, acompanhando Wall Street. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.