Ranking: AES Tietê é destaque em balanço e dividendos

Dois anos de estabilidade no marco regulatório mais uma boa dose de perspicácia para se antecipar aos fatos garantiram à geradora de energia AES Tietê um bom desempenho econômico e destaque no mercado acionário. A companhia conquistou o quinto lugar no Ranking Agência Estado Empresas de 2005, feito em parceria com a Economática. Primeira colocada no critério que apurou o retorno aos acionistas com o pagamento de dividendos no ano passado, a energética destacou-se ainda quanto à variação da rentabilidade sobre o patrimônio líquido - que lhe rendeu a terceira melhor posição nesse quesito. "O que estamos colhendo agora é um conjunto de frutos semeados ao longo dos últimos cinco anos", afirma Eduardo Bernini, presidente da empresa. A companhia terminou 2005 valendo em Bolsa 10 vezes o seu patrimônio. Em 2000, a geradora controlada pela americana AES Corporation fechou com a distribuidora do mesmo grupo, a Eletropaulo, um contrato bilateral para compra de energia com preço fixo de R$ 130 o MWh - reajustado pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). A mudança garantiu ganho no valor da energia, antes em R$ 56,29 o MWh pela tarifa média, e ainda permitiu que a empresa não ficasse descontratada durante o ano passado, quando terminaram os contratos iniciais. Ao mesmo tempo, a companhia investiu em cinco anos um total de R$ 147,5 milhões na automação e modernização das suas dez usinas, reduzindo as paradas para manutenção das máquinas. "O resultado foi equivalente a um aumento de 5% na capacidade de geração", ressaltou Bernini. Com 20% do mercado paulista de geração e 2% do nacional, a AES Tietê não tem investido na aquisição de usinas para ampliar sua participação. Em 2007 e 2008, no entanto, a empresa pretende começar a olhar oportunidades e vê no mercado acionário um parceiro para se capitalizar. Está nos planos da AES Tietê atingir níveis de governança corporativa da Bovespa ainda este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.