Ranking: CPFL estima crescimento de 5% no consumo de energia no País

O crescimento do PIB de 1,4% no primeiro trimestre, em relação ao período imediatamente anterior, e de 3,4% na comparação com o mesmo intervalo de 2005, deve levar a um crescimento no consumo de energia de, em média, 5% neste ano em todo o Brasil, segundo projeção feita pelo presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Júnior. Isso porque o consumo de energia sempre cresce acima do PIB, em uma relação de 1,3 a 1,7 vez. A empresa estima para o ano aumento de 3,5% no PIB. "Estamos vivendo um momento de recuperação mais intensa, sobretudo no segmento comercial", disse Ferreira. Na área de atuação da CPFL, no Interior de São Paulo, a expectativa é a de que o consumo aumente entre 5% e 5,5% neste ano. O resultado da empresa, no entanto, será puxado para baixo pelo desempenho ruim nas vendas de energia no Rio Grande do Sul, afetado tanto pela seca como pelo efeito do câmbio. Somados os dois desempenhos, o aumento de consumo deve ficar em 4,5% neste ano. O presidente da CPFL Energia participa hoje do evento Destaque Empresas, realizado pela Agência Estado para premiar as melhores companhias abertas de 2005.

Agencia Estado,

01 de junho de 2006 | 11h00

Tudo o que sabemos sobre:
ações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.