Ranking: Instabilidade pode adiar novas aberturas de capital

O presidente da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), Raymundo Magliano Filho, disse que a atual instabilidade do mercado financeiro pode adiar a abertura de capital por parte de algumas empresas, mas elas devem manter a intenção de ingressar no mercado. "Os empresários já se conscientizaram de que a Bolsa é um meio eficiente de financiamento", afirmou, após participar do evento Destaque Empresas, realizado pela Agência Estado para premiar as melhores companhias abertas de 2005. Magliano considera "natural" a iniciativa do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir o ritmo de recuo dos juros em função da turbulência dos mercados. "A queda de 0,50 ponto porcentual na taxa Selic ficou dentro do esperado; eu já previa um comportamento conservador da autoridade monetária." Ele afirmou que, apesar da atual instabilidade dos mercados, a tendência de aumento no volume de negócio da Bovespa não deve mudar. "O País está com fundamentos econômicos sólidos e logo deve se restabelecer desse movimento de volatilidade mundial", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.