Real lança fundos para clientes de alta renda

Os Serviços Van Gogh do Banco Real, dirigidos aos clientes do segmento de alta renda, passaram a ofertar, semana passada, o Real Investimento Personalizado Van Gogh. São três fundos multimercados com perfis distintos de carteira: balanceado, moderado e arrojado. Os produtos estão disponíveis aos clientes do banco com renda mensal comprovada de no mínimo R$ 4 mil ou investimentos de R$ 40 mil. O valor mínimo de aplicação inicial é de R$ 50 mil; as seguintes têm piso de R$ 500 e o saldo aplicado não pode cair abaixo de R$ 500. O superintendente de Investimentos do Banco Real, Eduardo Jurcevic, diz que os fundos são indicados para a diversificação pelo investidor que mira retorno no horizonte de longo prazo, no mínimo de um ano. Os novos produtos procuram turbinar a rentabilidade com os melhores gestores pela aplicação dos recursos em fundos do próprio banco e de outros administradores previamente selecionados. Com a proposta de alcançar um rendimento superior ao dos juros DI, o dinheiro captado do investidor é aplicado, com parcela fixa, em diversos mercados, desde o de renda fixa até o de dívida externa e de ações. O Real Investimento Personalizado Van Gogh Balanceado, o mais conservador de todos, é o único que não investe diretamente em ações. É um fundo com características do DI e, como tal, tem a maior parcela, 72%, dos recursos em DI. A taxa de administração é 1,5% ao ano. O fundo moderado dessa família aplica 8% em ações e o arrojado uma fatia de 15%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.