Record compra jornal Correio do Povo, de Porto Alegre

O jornal Correio do Povo foi vendido pela Empresa Jornalística Caldas Júnior à Rede Record, controlada pela Igreja Universal, do bispo Edir Macedo. O negócio foi confirmado ontem pelo diretor-administrativo da empresa gaúcha, Carlos Alberto Bastos Ribeiro, aos editores e funcionários do jornal. Com a nova aquisição, a Record fica com todos os veículos da Caldas Júnior. A rede já era proprietária das rádios Guaíba AM e FM e da TV Guaíba desde o mês passado. O valor das operações não foi divulgado.Jornal mais tradicional do Rio Grande do Sul, o Correio do Povo completa 113 anos em 1º de outubro, depois de ter deixado de circular temporariamente em 1986 e de ter trocado de formato, do standard para o tablóide, em 1987. A circulação é de mais de 150 mil exemplares por dia.A Rádio Guaíba AM está no ar desde 1957 com programação voltada quase integralmente para o jornalismo e os esportes. A Rádio Guaíba FM foi criada em 1980 e transmite música ambiente e clássicos internacionais. A TV Guaíba foi fundada em 1979 e divide sua programação entre filmes antigos, transmissões esportivas e espaços locados a produtores independentes.TransferênciaOs veículos, que estavam em mãos da família Caldas desde a fundação do grupo, entraram em crise financeira nos anos 80 e foram vendidos ao empresário e economista Renato Bastos Ribeiro em 1986. A data de transferência das operações para a Record não está definida e fica na dependência das formalidades legais. Os novos proprietários ainda não falaram publicamente sobre as aquisições e o perfil que darão a seus novos veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.