Regulador retira suspensão em ações do BES

O conselho diretivo da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), de Portugal, decidiu nesta sexta-feira retirar a suspensão da negociação das ações do Banco Espírito Santo (BES), por "terem cessado os motivos que justificaram a suspensão".

AE, Agência Estado

11 de julho de 2014 | 08h22

Mais cedo, o (BES) disse, em um comunicado à CMVM, que acredita que as perdas relacionadas com a exposição da instituição e do grupo são "limitadas" e totalmente amortecidas pelo capital adicional do banco. O BES também afirmou que tem o compromisso de não elevar sua exposição total para o conglomerado português que controla a instituição financeira, conhecida como Espírito Santo Financial Group (ESFG).

Ontem, as ações do BES caíam mais de 17%, antes de o órgão regulador português suspender a negociação dos papéis.

Tudo o que sabemos sobre:
PortugalBanco Espírito SantoAções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.