Renault, Nissan e GM mantêm estudos sobre possível aliança

Os executivos-chefes das montadoras Renault, Nissan e General Motors (GM) se reuniram hoje para discutir uma possível aliança entre as companhias, informaram em comunicado. Segundo as empresas, equipes estudam as oportunidades que podem surgir com a união entre as três companhias, e os estudos devem continuar até meados de outubro.O anúncio foi feito nesta manhã, após um encontro de três horas em Paris entre o presidente e executivo-chefe da GM, Rick Wagoner, e o presidente da Renault e sua filial Nissan, Carlos Ghosn. "Por meio de estudos realizados por equipes de trabalho, nossas companhias continuarão a explorar as oportunidades potenciais de uma aliança no setor", informou o comunicado."Os times estão conduzindo uma análise completa e objetiva de uma possível união entre todas as três montadoras, precisando como essa união poderia gerar lucros significativos aos acionistas de cada empresa", disse. "Após a reunião de hoje, há confirmação de que os times manterão os estudos até a data estabelecida, ou seja, meados de outubro", disse o comunicado, sem oferecer mais detalhes. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

27 de setembro de 2006 | 11h35

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.