Reynolds acerta compra da Lorillard por US$ 25 bilhões

A Reynolds American concordou em comprar a Lorillard em um ambicioso e arriscado negócio de US$ 25 bilhões. Essa operação, se efetivada, irá reformular o cenário para as empresas de tabaco nos EUA e tornar o cigarro de mentol Newport ainda mais competitivo diante da Marlboro, marca pertencente à Altria Group.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2014 | 21h57

Com essa transação, a Newport, atualmente a segunda marca de cigarro mais vendida nos EUA e pertencente à Lorillard, passará a fazer parte do portfólio da Reynolds, que inclui marcas como Camel e Pall Mall. A Reynolds espera conseguir mais de US$ 11 bilhões em receitas e US$ 5 bilhões em lucro operacional após o acordo.

No entanto, a operação é tão complexa que não deve ser concluída antes do primeiro semestre do próximo ano. Para que não haja barreiras durante as aprovações regulatórias, a Reynolds planeja vender alguns ativos para a britânica Imperial Tobacco Group, de modo a fortalecer a competição no mercado.

Nos termos acordados, a Imperial irá investir US$ 7,1 bilhões para adquirir as marcas de cigarro Winston, Kool, Salem e Maverick, além do Blu, o cigarro eletrônico mais vendido nos EUA. Por fim, a British American Tobacco também concordou em pagar US$ 4,7 bilhões para manter a participação atual de 42% na Reynolds.

Portanto, a operação precisa da aprovação da autoridades antitruste e dos acionistas das quatro empresas envolvidas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Euatabacoreynolds

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.