Rio Tinto informa que CSN aceitou oferta por ações da Riversdale

Companhia anglo-australiana ampliou o controle da Riversdale, comprando papéis da empresa brasileira para elevar sua fatia na mineradora sul-africana para 72%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

20 de abril de 2011 | 08h52

A anglo-australiana Rio Tinto ampliou o controle da Riversdale Mining, comprando ações da brasileira Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) para elevar sua fatia na mineradora sul-africana para 72%. Em comunicado, a Rio Tinto afirmou que a CSN aceitou sua oferta, que avalia a Riversdale em quase US$ 4 bilhões, e vai vender toda a fatia de 19,4% que possui na mineradora. O prazo para aceitação da oferta da Rio Tinto seria encerrado hoje, mas foi estendido em mais nove dias, até 29 de abril.

A CSN e a Tata Steel vinham aumentando seus investimentos na Riversdale desde a primeira oferta de compra feita pela Rio Tinto, em dezembro do ano passado, frustrando qualquer tentativa de fechar um acordo rapidamente. Isso fez com que a Rio Tinto elevasse o preço de sua oferta e estendesse várias vezes o prazo para um acordo com os acionistas.

No começo deste mês, a Rio Tinto já havia obtido aceitações suficientes para sua oferta de 16,50 dólares australianos (US$ 17,50) para cada ação da Riversdale e garantiu uma fatia maior do que a de cerca de 47% detida no total pela CSN e pela Tata Steel.

A Tata Steel possui 27,1% na Riversdale e um acento no conselho de diretores da companhia, além de um acordo para comprar 40% do carvão produzido pela mina Benga, da Riversdale, que começará a produzir neste ano. A Rio Tinto já nomeou três diretores para o conselho da Riversdale. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.