Rota das Bandeiras lança R$ 1,1 bi em debêntures com vencimento em 2022

Recursos serão destinados ao alongamento do perfil da dívida da empresa

Fátima Laranjeira, da Agência Estado,

30 de julho de 2010 | 11h10

A Concessionária Rota das Bandeiras, empresa do grupo Odebrecht, iniciou a distribuição de 110 mil debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor unitário de R$ 10 mil e montante total de R$ 1,1 bilhão. Os recursos serão destinados ao alongamento do perfil da dívida da empresa.

 

Do montante total, R$ 600 milhões serão colocados sob regime de garantia firme e R$ 500 milhões sob regime de

melhores esforços de colocação. O montante original da oferta, de R$ 815 milhões foi elevado na data da conclusão do procedimento de coleta de intenção de investimento (bookbuilding) em R$ 285 milhões pelo exercício de opção de

debêntures adicionais e do lote suplementar.

 

A emissão será realizada em duas séries, sendo que, para cada debênture da primeira série adquirida pelo investidor, ele deverá comprar outra da segunda série. Serão emitidos 55 mil papéis da primeira série e mesma quantidade da segunda, com data de emissão em 15 de junho de 2010.

 

As debêntures da primeira série vencem em 15 de janeiro de 2022 e da segunda em 15 de julho de 2022. A remuneração será de 9,57% ao ano, com pagamento anual a partir de 15 de janeiro de 2012 em 11 parcelas consecutivas (1ª série) e a partir de 15 de julho de 2011, em 12 parcelas (2ª série). Já a amortização será anual a partir de 15 de janeiro de 2013 (1ª série) e 15 de julho de 2012 (2ª série).

 

Os coordenadores são Santander (líder) e BB Investimentos; Bradesco BBI e Itaú BBA são os coordenadores contratados.

Tudo o que sabemos sobre:
Rota das Bandeirasdebêntures

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.