Sadia e Perdigão voltam a liderar altas na Bovespa

As ações de Sadia e Perdigão voltaram hoje à liderança das altas do Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, com o mercado ainda tentando uma justificativa para a apreciação dos papéis. Por volta das 15h30, o papel preferencial da Sadia valorizava 5,23%, para R$ 6,24, com R$ 15 milhões negociados. A ação ordinária da Perdigão avançava 3,12%, para R$ 26,80, com giro de R$ 10 milhões.. Alguns operadores avaliam que a retirada da oferta hostil da Sadia, na sexta-feira, não significou que a negociação entre as duas empresas chegou ao fim. As especulações dão conta que ambas estariam mantendo conversas reservadas, baseadas na avaliação de que, juntas, se transformariam em um grande grupo, capaz de fazer frente à concorrência externa. Os fundos que controlam a Perdigão e a Sadia estariam tentando acertar outro negócio que poderia envolver, por exemplo, dinheiro e ações. Profissionais destacam que os entraves à operação foram o preço e a condução do processo pela Sadia, ao colocar a oferta pública. Além dessa especulação, operadores também observam que o pacote cambial, com medidas para modernizar a legislação brasileira de comércio exterior para desonerar e simplificar essas operações, também beneficia papéis de exportadoras, como Sadia e Perdigão. No entanto, ressaltam que a medida, sozinha, não teria a força para gerar tanta oscilação nos papéis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.