Saiba escolher ações nesses tempos de eleição

Diante da indefinição de curto prazo, tanto com relação às eleições como sobre a economia internacional, o sócio da Rio Gestão de Recursos André Querne recomenda ao investidor que selecione ações na Bolsa de Valores de São Paulo de forma mais caprichada, priorizando as que estão mais atrasadas em relação ao mercado. ?Os índices acionários (como o Ibovespa, o mais citado pela imprensa ao falar quanto a Bolsa subiu ou caiu) possuem uma exposição muito grande em commodities, que no momento são a grande interrogação do mercado?, observa. No próprio setor de commodities, porém, existem oportunidades de ganho, segundo o especialista. Ele destaca, por exemplo, a conjuntura mais favorável para a Petrobras, com a proximidade do inverno no hemisfério norte e a pressão dos países produtores para a manutenção dos patamares das cotações de petróleo. Em papel e celulose, o executivo aponta Suzano, que segundo seus cálculos apresenta atraso em relação aos múltiplos das demais empresas do segmento. Seja qual for o cenário, Querne avalia que os bancos são uma boa opção para compor o portfólio. ?As instituições possuem facilidade para entregar resultado em qualquer conjuntura macroeconômica?, reitera. As ações preferidas da Rio Gestão, nesse caso, são Banco do Brasil e Nossa Caixa. Em relação ao BB, além do potencial de alta, ele lembra que, desde o aumento do free float (quantidade de ações da empresa negociadas na Bolsa) após a oferta de ações realizada no primeiro semestre, o papel tornou-se mais interessante para o investidor estrangeiro - que tem condições de operar a variação do risco País com este ativo por se tratar de um banco estatal. Para Nossa Caixa, o cancelamento da distribuição pública abre margem para uma possível privatização durante o governo José Serra, de acordo com o especialista. Em construção civil, ele seleciona Company e Rossi, que possuem, segundo ele, um ?upside considerável?. Com igual perspectiva, as ações da empresa de concessões rodoviárias OHL e a companhia de saneamento mineira Copasa podem subir mais que a média da Bolsa, na visão de Querne. No setor elétrico, ele cita Copel como boa possibilidade de ganho, dependendo do resultado eleitoral. ?O mercado deve precificar uma eventual derrota do governador Roberto Requião?, acredita. Criada em maio deste ano, a Rio Gestão de Recursos iniciou a operação com fundos no início do mês, após obter autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Atualmente, a instituição possui patrimônio de R$ 45 milhões, em três portfólios.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2006 | 07h00

Tudo o que sabemos sobre:
ações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.