Santander Brasil vende US$ 500 mi em bônus de cinco anos

O Banco Santander Brasil vendeu US$ 500 milhões em notes não asseguradas sênior de cinco anos, oferecendo um spread de 200 pontos-base sobre os Treasuries (títulos do governo norte-americano) comparáveis e um yield (taxa de retorno) de 4,552%, segundo uma fonte ouvida pela Dow Jones. O Deutche Bank, JPMorgan e Santander foram os líderes da transação.

Suzi Katzumata, da Agência Estado,

31 de março de 2010 | 16h19

 

O preço de emissão foi de 99,77% do valor de face e os novos títulos carregam um cupom (juro nominal) de 4,5%.

 

A emissão faz parte do Global Medium Term Note Program, ou "Programa MTN", que tem valor de US$ 3,5 bilhões. Os bônus têm rating Baa2 pela Moody's, BBB- pela Standard & Poor's e BBB pela Fitch Ratings. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bancosSantanderbônusemissão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.