Santander investe R$ 600 mi para atender servidores no Rio

O banco Santander investiu R$ 600 milhões para ampliar sua presença na cidade do Rio de Janeiro, onde a partir de hoje é responsável pelo pagamento da folha dos 165 mil servidores municipais. Marcelo Malanga, responsável pela operação do banco no Rio, disse que o número de pontos de atendimento na cidade subirá de 54 para 130. O total de agências aumentará das atuais 30 para 75 até o final de 2007.Para tornar-se responsável pela folha de pagamento da prefeitura carioca, o Santander venceu leilão realizado pela administração municipal no dia 13 de julho e do qual participaram também Itaú, Bradesco, ABN Amro Real e Unibanco.Segundo Malanga, o banco ampliou o número de funcionários no Rio de 430 para 1.200 e pretende oferecer produtos diferenciados para os servidores para que eles mantenham seus recursos na instituição.Outros bancos iniciaram nos últimos dias campanha publicitária incentivando a transferência dos recursos depositados pela prefeitura no Santander para as suas agências. "Isso já estava previsto. Nosso diferencial será o atendimento", disse.Malanga afirmou que o retorno do investimento será a ampliação da presença do Santander no Rio que, segundo ele, estava aquém do potencial local. "O banco está atento a todas as oportunidades de conquista de mercado."O Santander é responsável por folhas de pagamento de mais de 300 prefeituras, a maior parte no Estado de São Paulo, mas também no Rio Grande do Sul e, agora, no Rio. Somente em São Paulo, são 800 mil vínculos de crédito (opção de recebimento do salário pelo Banespa) com servidores do Estado.Um dos principais diferenciais que está sendo oferecido pelo banco aos servidores municipais do Rio é a ampliação do crédito consignado, até então com parcelas máximas de 36 meses, para 48 meses, com taxas que vão de 1,65% a 2,39%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.