Seguradora Bradesco lucra R$ 580 milhões, alta de 57%

O Bradesco lucrou R$ 580 milhões no segundo trimestre do ano com as atividades de seguro, previdência e capitalização. O resultado representa crescimento de 57% em relação aos R$ 369 milhões do mesmo período de 2005.Segundo o presidente do banco, Márcio Cypriano, o lucro do trimestre foi ampliado por um resultado extraordinário de R$ 84 milhões, referente à venda parcial da participação na American BankNote (ABnote). A participação estava na carteira de previdência.No acumulado do semestre, o resultado da seguradora foi de R$ 1,041 bilhão, 30,1% superior aos R$ 800 milhões do mesmo período de 2005. Os prêmios de seguros e rendas de previdência somaram R$ 7,980 bilhões no semestre, com expansão de 17,6%. As receitas de capitalização avançaram 3,9%, para R$ 666 milhões.O índice de sinistralidade total da empresa melhorou de 82,2% no primeiro semestre de 2005 para 78,5% em igual intervalo deste ano. O índice combinado também melhorou, saindo de 101,4% para 99,7% na mesma comparação.A seguradora representou 33% do lucro líquido consolidado do Bradesco no primeiro semestre do ano, contra participação de 31% no mesmo período de 2005. Tradicionalmente, a empresa responde por cerca de um terço do resultado do banco.

Agencia Estado,

07 de agosto de 2006 | 14h44

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.