Sem novidades, dólar oscila perto da estabilidade

Depois de abria muito próximo à cotação da sexta-feira, moeda norte-americana registrou, por volta das 10h20, alta de 0,06%, cotado a R$ 1,781

Cristina Canas, da Agência Estado,

24 de outubro de 2011 | 10h26

O dólar comercial abriu perto da estabilidade, negociado a R$ 1,775, em queda de 0,28%. Por volta das 10h20, a moeda norte-americana já oscilava no campo positivo, em leve alta de 0,06%, cotado a R$ 1,781.

Esta nova semana começa exatamente onde terminou a passada, já que, na reunião do cúpula da União Europeia ocorrida no fim de semana, o que aconteceu foi exatamente o que se previa: nada de prático. Também como já se esperava, a retórica dos líderes foi no sentido de animar os investidores, ao garantir que avanços foram feitos nas negociações, e renovar as promessas de que haverá novidades importantes no encontro agendado para quarta-feira.

O mercado encontra espaço para usufruir com tranquilidade de outras informações, como o resultado da atividade manufatureira chinesa, que cresceu para 51,1 em outubro, de 49,9 registrados em setembro. O dado ajuda a diluir as preocupações em relação à possibilidade de uma desaceleração econômica mais abrupta na China.

Ao mesmo tempo, a temporada de balanços nos EUA - com a maioria dos resultados dentro do previsto ou até melhores - e os últimos indicadores macroeconômicos têm diminuído também o temor de uma nova recessão na economia americana. Ainda assim, não representam nada que mude as projeções de economia global desalentadora para os próximos anos. Hoje, no Brasil, a agenda econômica também não prevê nada com potencial para alterar esse o rumo.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarcâmbiocotação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.