S&P coloca rating da Vale em observação negativa

A agência de classificação de risco Standard & Poor's colocou o rating de crédito corporativo de longo prazo "BBB+" da Companhia Vale do Rio Doce em observação com implicações negativas. As agências Moody's e Fitch já haviam hoje anunciado decisão neste sentido.O rating entra em observação após a Vale divulgar oferta em dinheiro de 86 dólares canadenses por ação (US$ 76,38) para a mineradora canadense Inco. "A observação negativa indica que, se a aquisição for concluída, nós provavelmente rebaixaremos os ratings da Vale potencialmente em mais de uma nota, devido ao aumento da alavancagem financeira", de acordo com Reginaldo Takara, analista de crédito da S&P. A aquisição, caso bem sucedida, será financiada por um empréstimo-ponte de dois anos, "dívida que elevará os quocientes financeiros da Vale para um nível muito mais agressivo que o atual", diz a agência. Ainda segundo a S&P, "para concluirmos a observação, focaremos na capacidade da companhia de reduzir rapidamente a alavancagem gerada pela aquisição, a habilidade de restaurar as medidas de crédito e os benefícios estratégicos da compra".

Agencia Estado,

11 de agosto de 2006 | 17h44

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.